para Inaiê

Existe uma flor na sul do Brasil, disse obaluaiê para xângo.
ogun escutando pegou seu cavalo e galopou para encontrar antes de seu irmão…
Ossaim que era manco, mas não era bobo, pegou carona nos cipós da mata e rumou também..
A flor que era a mais bela, mas não tinha esta dimensão sobre sua beleza,
conversava com as formigas, abelhas que ela dava seu néctar e com o beija-flor
vivia tranquila a enfeitar a floresta…
mal sabia ela da corrida dos orixás para colhe-la e entregarem para sua amada oxum…
Chegada a primavera, ao cruzarem os pampas dobraram em curva, em cor e se depararam com a flor…
Ela era tão bela que não conseguiram colhe-la, entre-olharam-se e resolveram fazer uma reunião e chegaram a uma conclusão,
não iriam colher a flor, iriam abençoá-la e colocá-la no panteão e assim nasceu Inaiê – a Rainha das flores, com jeito de menina, nome de música de lavar a alma…
abençoada pelo panteão dos orixás, protegida de iemanjá, amante de oxum e protegida por ogum, xangô e ossain…a flor inspiradora dos seres amados, amantes, loucos de cara…
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s